domingo, 1 de novembro de 2009

Criatividade II

Todos, com maior ou menor clareza, temos a percepção que nem tudo é mau como fazem parecer no nosso cantinho europeu. Há muita coisa a melhorar, a modificar, a terminar, etc., mas decido trazer aqui um bom exemplo.


Tripela de seu nome, é uma modalidade criada por um Professor do I.P. de Leiria, Rui Matos. Tive conhecimento da mesma em Abril deste ano durante um Colóquio onde observei o seu criador explicar a natureza da modalidade e os contornos da sua invenção, bem como uma demonstração prática no relvado do Estádio da cidade.

Convido a passarem por alguns blogues que foram criados com as regras, exemplos, fotografias, um misto de Andebol e Futsal, que promove a inclusão de todos no jogo, bem como a simplicidade de gestos que o tornam bastante acessível.

Pode ser que nos ajude a combater um dos 'pequenos' problemas de desinteresse das crianças e jovens pela actividade desportiva e é sempre de louvar que um português, um professor de educação física, alguém tenha tido a iniciativa de querer inventar algo!
Agora, é pegar e desenvolver para que se implemente a nível nacional e quem sabe, internacionalmente.

8 comentários:

Anónimo disse...

Bom trabalho ao divulgar estas informações...já tinha ouvido falar desta modalidade ao nível dos IPolitécnicos.

Vamos ver o futuro da mesma e o espaço que irá ter.

LG

Anónimo disse...

Offtopic

Boa noite. Se achar pertinente divulgue este vídeo:

http://www.youtube.com/watch?v=iSJ31IBCvj0

obrigado pela atenção.

Rui Lança disse...

O trabalho de alguém que tenta inovar ou criar algo de novo deve ser louvado. O Prof. Rui Matos e quem o ajudou nesse processo tem esse mérito.

Quanto ao último comentário, remetia-o para este post:

http://colectividadedesportiva.blogspot.com/2009/10/criatividade.html

Cumprimentos,

Anónimo disse...

Criatividade III
No jornal Público de hoje:
"Em Dezembro de 2006 e de 2007, tal como já acontecera em anos anteriores, Oliveira e Costa deu indicações para enviar presentes ao Presidente da República, ao primeiro-ministro e aos ministros e secretários de Estado mais poderosos (Finanças, Obras Públicas, Ambiente, Economia, Saúde e Desporto). A lista contemplava ainda os líderes do PSD e membros do grupo parlamentar. Mas não só. Aos supervisores que tutelavam as empresas financeiras da SLN, como o BdP ou o Instituto de Seguros de Portugal, o então CEO mandava prendas. E o mesmo com gestores públicos e privados, advogados e jornalistas."
...
"Mas no BPN a lista de presentes destacava-se pela abrangência e diversificação dos produtos: perfumes, vinhos do grupo (Raposeira, Tapada de Chaves, Murganheira), até prendas mais caras, como grandes e pesados baús contendo produtos, ou caixas e taças de prata. O valor das ofertas era tanto mais elevado quanto o cargo ocupado por quem os iria receber. Isto, se os recebesse de facto, pois as prendas podem ter sido devolvidas."
O Desporto de Laurentino Dias é um ministério importante?
Ou refere-se a Silva Pereira?
Se passar na moderação, há um anónimo que esclareça?

joão boaventura disse...

É possível que nas indicações que Rui Lança nos fornece, as regras do jogo possam ser obtidas, mas como não consegui chegar a elas, e para quem o mesmo tenha ocorrido apresento as mesmas aqui

Com as minhas desculpas.

Rui Lança disse...

Eu é que agradeço, a informação fica mais completa.

Obrigado e cumprimentos,

Anónimo disse...

Se passar na moderação, há um anónimo que esclareça?

Não sei bem. Mas como a "notícia" fala do Presidente da República, talvez o "grande e pesado baú" tenha ido para o Cavaco, não lhe parece?...

Haja senso com o que os pasquins publicam, senhor!

Nuno disse...

Saudações desportivas a todos.

Sou colega do Professor Doutro Rui Matos e tenho feito, em conjunto com ele, as prelecções e apresentações da modalidade. Estaremos disponíveis para acções, nestes formatos ou para fornecer informações a quem assim o desejar. Podem contactar-me através do endereço electrónico nuno.amaro@esecs.ipleiria.pt

Comuniquem, a Tripela e o Desporto agradecem!

Nuno Amaro